A varicocele consiste em uma dilatação das veias dos testículos, varizes, que provoca o acúmulo de sangue principalmente após esforço físico. São veias que fazem parte do cordão espermático e a dilatação pode dificultar o retorno venoso, gerando uma disfunção testicular e trazendo prejuízos à qualidade do sêmen. Embora seja uma das causas de infertilidade masculina, não prejudica a potência sexual.

 

Sintomas

Normalmente, é mais frequente no testículo esquerdo, mas pode surgir em qualquer um dos lados, podendo, inclusive afetar ambos os testículos ao mesmo tempo, sendo conhecido como varicocele bilateral.

Aparece na maior parte das vezes na adolescência e quase nunca na infância.

Os sintomas mais comuns da varicocele:

·     Dor nos testículos, que pode variar entre o desconforto a dor intensa;

·      Dor que melhora ao deitar de barriga para cima;

·      Inchaço ou presença de caroço nos testículos;

·      Sensação de peso nos testículos;

·      Infertilidade;

Também existem casos em que a varicocele não apresenta qualquer sintoma, podendo por isso ser diagnosticada apenas em consultas de rotina no urologista.

Imagem: UROWEB.

 

Infertilidade

A varicocele tem cura através da cirurgia, mas nem todos os casos conseguem alcançar a fertilidade, especialmente se já existirem danos nas estruturas dos testículos. 

A varicocele pode causar infertilidade, pois o acúmulo de sangue pode diminuir a produção e a qualidade dos espermatozoides, é importante consultar o urologista para iniciar o tratamento adequado e evitar o aparecimento desse tipo de complicações.

 

Diagnóstico:

Um exame físico pode diagnosticar a varicocele, por meio de manobras que aumentem a pressão abdominal (como tossir, força de defecação), e façam com que as veias inchem, e o médico possa apalpar essas veias.

Outro exame de confirmação é o Eco Doppler, no qual é possível verificar se realmente há refluxo de sangue, além de conseguir medir a intensidade desse refluxo.

 

Tratamento:

É realizada uma cirurgia onde “fecham-se” as veias do plexo venoso testicular, curando a varicocele. No entanto, esta cirurgia pode ter como complicação em 15% dos casos a chamada Hidrocele, doença em que se acumula água no escroto, e dependendo do tamanho poderá ser tratada por esclerose ou nova cirurgia.

O tratamento para varicocele geralmente só é recomendado quando o homem apresenta sintomas. Assim, se existir dor ou inchaço exagerado, o urologista pode indicar a ingestão de remédios analgésicos, como Dipirona ou Ibuprofeno, e o uso de suspensórios testiculares.

Porém, em casos de infertilidade, dor que não melhora ou problemas no funcionamento testicular, pode ser necessário fazer uma cirurgia, chamada de varicocelectomia, que permite eliminar de vez o problema.

 

Cirurgia

A cirurgia é feita com anestesia geral no hospital e pode ser:

Cirurgia aberta: é o tipo mais clássico de cirurgia na qual o médico faz um corte na região da virilha para observar o varicocele e dar um "nó" na veia afetada, permitindo que o sangue circule apenas pelas veias normais;

Laparoscopia: é semelhante à cirurgia aberta, mas neste caso o médico faz pequenos cortes no abdômen e insere tubos finos através dos quais faz a reparação do varicocele;

Embolização percutânea:  esta é uma técnica menos comum no qual o médico insere um tubo através de uma veia na virilha até ao local do varicocele, e depois libera um líquido que fecha a veia dilatada do varicocele.

O testículo com varicocele ao longo do tempo vai diminuindo de tamanho e pode ser tornar mais mole, perdendo função. Possivelmente, pode estar relacionado com o aumento da pressão no local. No caso de o acúmulo de sangue causar aumento da temperatura em volta dos testículos também é possível que a qualidade dos espermatozoides fique afetada, mesmo no testículo que não está afetado, podendo causar infertilidade.

 

Sigam Dr. Gustavo Cruz também no Instagram @dr.gustavocruz  - Fontes de informações: Associação Europeia de Urologia, Sociedade Brasileira de Urologia e literatura médica. Jornalista responsável: Daniela Pereira – Mtb/PR 8120 - Direitos reservados.