Estenose de uretra é o estreitamento do canal urinário. Surge em decorrência de um processo cicatricial no tecido esponjoso (que envolve o canal urinário). Pode surgir em qualquer ponto da uretra, desde o meato (na extremidade do pênis), até o colo vesical (saída da bexiga). As principais causas são trauma e infecção.

Sintomas:
Dificuldade de esvaziar a bexiga;
Diminuição do jato urinário;
Esforço miccional;
Dificuldade de iniciar a micção;
Acordar a noite para urinar;
Sensação de que não esvaziou completamente a bexiga após urinar;
Gotejamento de urina após terminar a micção;
Necessidade de urinar várias vezes ao dia (mais do que 8 vezes);

Além da história e do exame clínico, alguns exames de imagem serão solicitados para avaliar o ponto e a extensão exata da estenose. Esses exames irão ajudar na decisão terapêutica.

Tratamento:

O tratamento depende da localização e extensão da lesão.

As principais cirurgias para o tratamento da estenose de uretra são:

Dilatação uretral – resultado controverso e com alto índice de recidiva;

Uretrotomia interna (cirurgia endoscópica por dentro do canal) – essa cirurgia apresenta alto índice de recidiva;

Uretroplastia aberta – cirurgia reconstrutiva que consiste na retirada do segmento estenosado;

O tratamento da estenose de uretra deve ser feito por profissionais experientes e habituados com esse tipo de cirurgia.