21 February 2019

HIPERPLASIA PROSTÁTICA BENIGNA (HPB)

A próstata é uma glândula que ajuda na produção do esperma e está localizada ao redor da uretra, logo abaixo da bexiga. O aumento do seu volume é chamado de Hiperplasia Prostática Benigna (HPB).

Como a próstata envolve a uretra, quando ocorre um aumento no seu volume, pode acarretar uma obstrução da uretra (canal por onde sai a urina).

Nem todo aumento da próstata leva à obstrução uretral, mas quando isso ocorre, deve ser tratado, pois pode evoluir com comprometimento da bexiga e dos rins.

A HPB ocorre com muita frequência na população. A partir dos 40 anos de idade, aproximadamente 15% dos homens apresentam HPB. Esse número aumenta progressivamente com a idade, sendo que aos 80 anos, 88% dos homens terão HPB.

Doenças da próstata podem ser muito preocupantes, mas é importante saber que o aumento de tamanho chamado de Hiperplasia Benigna da Próstata (HPB) não é câncer e não se tornará um câncer de próstata, mesmo quando é deixada sem tratamento.

Sintomas:

Dificuldade de esvaziar a bexiga;
Diminuição do jato urinário;
Esforço miccional;
Dificuldade de iniciar a micção;
Acordar a noite para urinar;
Sensação de que não esvaziou completamente a bexiga após urinar;
Gotejamento de urinar após terminar a micção;
Necessidade de urinar várias vezes ao dia;

A maneira como se urina (micção) – fluxo fraco, esforço ao urinar, divisão ou pulverização do fluxo de urina.

A presença desses sintomas sugere que você apresenta algum distúrbio miccional independentemente do tamanho da próstata.

Importante:

É importante destacar que o aumento da próstata não representa necessariamente que você tem obstrução do canal urinário. Algumas pessoas podem apresentar próstatas pequenas com muitos sintomas e outras próstatas grandes com poucos sintomas.

Tipos de tratamento:

Alfa-bloqueadores

Grupo de drogas que melhoram os sintomas e o fluxo de urina pelo relaxamento dos músculos da próstata. Esse é o tratamento que geralmente é recomendado para homens com HPB. 

Não reduzem o tamanho da próstata nem impedem o seu crescimento. 

Efeitos colaterais:

Entre os mais comuns, estão: perda de força (astenia), tonturas e pressão arterial ligeiramente mais baixa (hipotensão).

Complicações

A HPB quando não for tratada, devido ao grande prejuízo do esvaziamento da bexiga, pode causar complicações, como:

Insuficiência renal;

Dilatação dos rins;

Incapacidade de urinar (retenção urinária);

Infecção recorrente do trato urinário;

Sangramento recorrente na urina;

Pedras na bexiga.

Quando considerar o tratamento cirúrgico?

Quando os sintomas se agravam ou não melhoram mesmo com tratamento medicamentoso;

Quando você tem complicações da HPB, ou se você possuiu risco de desenvolvê-los;

Se você não tolera o tratamento medicamentoso devido aos efeitos colaterais dos remédios;

Se preferir cirurgia ao invés do tratamento medicamentoso.

Durante o tratamento cirúrgico, o médico irá remover a parte ampliada da sua próstata (também conhecido como adenoma). Na cirurgia para HPB somente a porção que está comprimindo a uretra é retirada. Existem diferentes tipos de procedimentos cirúrgicos, mas todos eles têm por objetivo aliviar os sintomas e melhorar o fluxo de urina. Os principais procedimentos são:

Ressecção Transuretral da Próstata (RTU) – minimamente invasiva, que tem como objetivo remover parte da próstata que provoca os sintomas;

Prostatectomia aberta (cirurgia convencional aberta) – é um tipo de operação que é feita através uma incisão na parte inferior do abdômen. É recomendada se a próstata for maior que 50 gramas;

Tratamento com laser.

Dicas de Prevenção

Beber pelo menos 1 litro de água todos os dias;

Antes e durante viagens longas e durante à noite, ingerir uma quantidade pequena de líquidos para evitar levantar da cama para urinar;

Evitar álcool e cafeína, que aumentam a produção de urina e irritam a bexiga;

Exercícios físicos 2 ou 3 vezes por semana.

Ter uma dieta equilibrada e variada;

Sempre tente manter o seu abdômen inferior seco e quente. Umidade e frio podem aumentar a necessidade de urinar e podem causar infecção urinária.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *