CANDIDÍASE

Home | UROLOGIA PARA HOMENS | CANDIDÍASE

A candidíase no homem aparece quando há um crescimento excessivo de um fungo que está presente em todas pessoas. Assim, o desequilíbrio da concentração desse fungo pode aparecer com mais facilidade em adultos ou crianças que possuem o sistema imunológico debilitado.

É uma infecção causada pelo fungo Candida albicans  que atinge principalmente a boca e os órgãos genitais. Em casos mais graves, pode até afetar órgãos internos e o sistema nervoso central.

É natural a presença deste fungo no organismo humano, no entanto, o fungo é um germe oportunista e quando ocorre alguma alteração no sistema imunológico, passa a se proliferar com maior intensidade causando assim um quadro infeccioso. A principal diferença entre a situação normal e a infecção, portanto, é a quantidade de fungo e a presença de sinais e sintomas.

Tipos

Candidíase peniana (balanopostite)

Não tão comum como a candidíase vaginal, porém merece cuidados quando se manifesta. Além da vulnerabilidade do organismo, diabetes e higiene precária são fatores comuns para sua proliferação;

Candidíase oral

Pode ser diagnosticada em crianças, idosos, diabéticos, em adultos após o contato íntimo desprotegido e pacientes em fase de tratamentos que comprometem o sistema imunológico. Caracteriza-se por pequenas aftas na boca e dificuldade para engolir.

 

Candidíase de esôfago

As esofagites de causa infecciosa causada pelo fungo Candida albicans é o mais raro dos tipos de inflamações no esôfago e predominam nos pacientes de baixa imunidade, principalmente os portadores de AIDS e câncer; A candidíase de esôfago é mais comum em idosos e raramente acomete crianças, exceto quando há comprometimento de imunidade.

 

Candidíase na pele (Intertrigo)

intertrigo candidiásico é uma infecção causada na pele que pode aparecer sem outros fatores associados. Ela ocorre principalmente pelo atrito entre as peles, criando assim pequenas lesões em que surge um ambiente propício (calor, umidade e alimento) para a proliferação de bactérias e fungos.

 

Candidíase disseminada

Candidíase disseminada ou candidíase sistêmica ocorre principalmente em homens com um sistema imunológico enfraquecido, podendo assim atingir recém-nascidos de baixo peso e hospedeiros imunocomprometidos. Nesse caso, o fungo atinge a corrente sanguínea, podendo afetar qualquer órgão e causar complicações graves.

Fatores de risco

Alterações no Sistema Imunológico: Homens com baixa imunidade – como em terapia usando corticoides ou infectadas pelo HIV – são mais propensas a ter candidíase

Sexo sem proteção: Contato íntimo sem preservativo com uma parceira(o) infectado com o fungo Candida albicans

Uso de antibióticos: Uso frequente de antibióticos de largo espectro, corticoides ou antidepressivos geralmente comprometem o sistema imunológico de uma forma muito intensa, prejudicando a capacidade do organismo de combater microrganismos oportunistas como a Candida

Alterações provocadas pelo Diabetes Melito: Pessoas com pouco controle da glicemia são mais propensas a desenvolver infecções fúngicas

Em alguns casos, principalmente em adultos acima de 40 anos, a candidíase pode ser o primeiro sintoma de diabetestumor ou uma doença orgânica associada

Má higienização do pênis: A falta de higiene íntima pode acarretar inflamações e irritações – o que podem ser sinais de infecções graves no homem. Excesso de umidade também pode atrapalhar.

Outros fatores como alto nível de estresse, gripe forte e uso de drogas, podem cooperar com a proliferação dos fungos.

WhatsApp chat